quarta-feira, 13 de maio de 2015

Por favor tenham paciência para ler, é IMPORTANTE

...

Anda por aí um vídeo que se tornou viral onde um rapaz é agredido sem sem dó nem piedade. Ainda não vi o vídeo, apenas trechos que passaram nas notícias. Faço questão de não ver o vídeo porque, na minha opinião, é alimentar o ego de quem o gravou e pior ainda, de quem agrediu e até já se gaba da quantidade de visualizações que conseguiu. Aqui há tempos vi um filme baseado numa história verídica que conta a história de uma rapariga que foi agredida e deixada inconsciente por um grupo de "amigas". Esse filme conta uma realidade diferente daquela que seria de esperar por parte de quem tem princípios justos visto que as agressoras saem impunes. Apesar de sujeitas a prisão perpétua, a vítima decide perdoar e cessar uma luta que, no fundo, a faria reviver aquele momento vez após vez. Triste mas uma decisão que só cabia a ela. Mais triste do que isso é o regresso das agressoras à escola, onde são recebidas como heroínas e até com uma salva de palmas. A vítima, por outro lado, é considerada uma fraca e continua na sombra de uma sociedade que apenas conhece "a lei do mais forte". Temo que esse seja o desfecho deste caso. Um rapaz agredido por raparigas já é por si só motivo de gozo por parte da maioria. Um rapaz que se esforçou para não responder na mesma moeda, pior ainda. As raparigas, por outro lado, são populares na escola que frequentam e, infelizmente, episódios como este consolidam o poder que elas têm nas pessoas que as rodeiam. Conquistam através do medo.
E este não é um caso isolado de violência gratuita. Antes fosse... Do mal, o menos... Pelo que sei, o bullying não é punido como crime, devia ser. Porque é um crime e bem sério!
Onde a vida de pessoas é tratada como lixo, com desprezo, onde pessoas são agredidas física e verbalmente durante meses, anos, onde as vítimas começam a isolar-se de tudo e de todos, onde as vítimas deixam de confiar nas pessoas, de viver uma vida normal, onde várias pessoas chegam sequer a ponderar pôr fim à vida. E enquanto estes casos forem considerados com leviandade, como uma criancice ou como um simples desacato entre jovens, o pensamento da sociedade não vai mudar. Enquanto aquelas pessoas forem tratadas indefinidamente como crianças, sem ser responsabilizadas pelas suas ações, vão haver mais vítimas, mais agressões, mais vídeos e mais vidas arruinadas.
Aquelas raparigas, bem como todos o bullies ao redor do mundo, não precisam de uma tareia igual à que deram. Precisam de ser privadas daquilo de bom que têm, dos mais simples prazeres da vida, do sentimento de poder que os leva a controlar e a manipular os outros. Precisam de se sentir impotentes, privados de controlo, incapazes de lutar, porque esse é o sentimento de uma vítima de bullying. E só assim se chega a algum lado.
Tinha uma professora que dizia que enquanto estes assuntos forem notícia é bom sinal porque quando isso deixar de acontecer é porque já se tornou tão banal que já nem merece ser falado.

(O nome do filme é "Girl Fight".)

7 comentários:

  1. Confesso que fiquei extremamente chocada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu queria muito lembrar-me do nome do filme por isso fui à procura, choca um bocadinho mas acho que serve para consciencializar as pessoas. Chama-se "Girl Fight", recomendo a quem quiser ver.

      Eliminar
  2. É uma situação horrível!!

    ResponderEliminar
  3. Eu andei com as tripas ao contrário todo o dia depois de ter visto um bocadinho do vídeo. É revoltante!!!

    1beijo,
    http://umblogsoparamim.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que essa é a reação de todas as pessoas com o mínimo de bom senso e educação. Infelizmente nem toda a gente é assim...

      Eliminar
  4. Também eu vi esse filme já há algum tempo, e também a mim me deixou chocada, principalmente pelo fato de todos os colegas de escola as considerarem umas heroínas. Até elas estavam contentes com aquela situação, por aparecerem nas noticias, etc. E a vitima em casa, com danos físicos e psicológicos, com medo de represálias! Que mundo este em que vivemos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que é um filme que marca qualquer um, ainda mais sabendo que aquilo aconteceu mesmo e que. como esse, há tantos outros casos iguais. Acho que toda a gente devia ver esse filme para "ganhar vergonha na cara" e fazer uma auto-análise. Mas também digo que está na lista daqueles que só vejo uma vez e não repito.

      Eliminar

KEEP CALM & BE NICE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...